quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Arqueologia mais uma vez em favor da Bíblia

Mais uma vez a arqueologia encontra registro histórico que comprova fato descrito na Bíblia.

Embora seja evidente que não é possível encontrarmos registros extra-bíblicos para corroborar todos os registros bíblicos, até mesmo em virtude da grandeza da mesma, descobertas arqueológicas desde o século XVIII vem demonstrando a confiabilidade das Sagradas Escrituras, com achados históricos que concordam com passagens da mesma.

Além das descobertas do "arquivo de Ebla" no norte da Síria na década de 70, dos tabletes de argila encontrados em "Nuzi" e "Mari", da confirmação da existência dos "Hititas" com os achados em Bogazkoy, Turquia, do achado do palácio de "Sargon" em Khorsabad, Iraque, contendo confirmações de inúmeras passagens bíblicas referentes ao rei assírio, fora outras tantas descobertas, recentemente fora encontrado em Jerusalém mais um registro histórico que confirma eventos relatados na Bíblia Sagrada.

Eis a matéria publicada no portal da CPAD www.cpad.com.br:

"Arqueólogos israelenses encontraram em Jerusalém um selo de cerca de 2,5 mil anos. Segundo especialistas, a peça estampa em caracteres hebreus arcaicos o nome da família Tema – ou Tamâ em outras versões da Bíblia – que de acordo com Neemias 7.55 estava entre os exilados que retornaram à Judéia no ano 537aC após o fim do cativeiro na Babilônia, atual Iraque.

O selo é de pedra escura, com forma elíptica e dimensões de 2,1cm por 1,8cm. Segundo a arqueóloga Eilat Mazar, que dirige as escavações, “existe um vínculo entre as provas arqueológicas e o relato bíblico, ao evidenciar a existência de uma família mencionada na Bíblia”.

Segundo a Bíblia, os Tema viviam em uma região de Jerusalém conhecida como Ophel, designada especialmente aos servidores do Primeiro Templo, construído pelo Rei Salomão no século X aC. O relato bíblico conta que, após os israelitas serem deportados à Babilônia por Nabucodonosor, depois de este conquistar Jerusalém em 586aC, os Tema estavam entre as primeiras famílias a retornar à Judéia".

Como bem afirmara o Senhor Jesus: "Estas palavras são fiéis e verdadeiras" Ap 22:6.

Anchieta Campos

2 comentários:

Sabina disse...

"As pedras clamam"

Graças a pá dos arqueólogos , estamos começando a entender o pano de fundo histórico de muita coisa que lemos na Bíblia.

Anchieta Campos disse...

Comentário da Senhora Campos sobre uma produçõ do Senhor Campos!

Ela tem moral aqui neste blog! beijos amor! e é peia nos ateus e discrentes na Bíblia!

Anchieta Campos