domingo, 5 de outubro de 2008

Acabando com a baixaria

Quem me conhece sabe que primo pelas liberdades individuais, principalmente as de pensamento e expressão, pois a tirania e a opressão sempre serão marcas da ignorância e do temor de se perder o poder.

Agora, sinceramente, existem pessoas que não querem ser contrariadas, mesmo estando afundadas em um lamaçal bastante fundo. Sempre permiti as publicações automáticas e sem moderação dos comentários deste blog, mesmo dos contradizentes e opositores de doutrinas aqui defendidas. Já travei embates sadios com ateus, calvinistas, católicos e testemunhas de Jeová, sempre no campo das idéias e dentro do mais apurado respeito. Mas parece que quando tocamos nas feridas de alguns evangélicos o negócio pega, partem para a ignorância e agressões pessoais, fugindo do campo das idéias e avaliação de ensinos e palavras. Infelizmente os ímpios tem demonstrado mais respeito e serenidade que muitos “cristãos”.

Portanto, para evitar palhaçadas como as ultimamente vistas, de pessoas que não sabem nem fingir, menosprezando a inteligência dos outros ao pensarem que poderiam me enganar e enganar os demais leitores deste blog, ao publicarem vários comentários seguidos em nomes genéricos de pessoas, tentando fazer pensar que vários irmãos estavam contra mim, mas que na verdade todos os comentários partiram de um único computador e de uma única pessoa. Nem se quer tiveram o trabalho de comentarem com algum usuário logado no Google; talvez nem saibam a diferença entre um comentário assinado de modo aberto e outro assinado de modo fechado/logado.

Sendo assim, a partir deste momento, os comentários passam a ser moderados, em respeito aos leitores deste blog, coibindo assim baixarias de pessoas que não tem argumento algum. Comentários anônimos não serão mais aceitos, e comentários assinados de modo aberto serão criteriosamente filtrados.

Viva a liberdade de expressão! Viva ao embate de idéias! Abaixo a censura e aos ataques pessoais infundados!

Honremos a Bíblia! Honremos a Deus!

Encerro repetindo as minhas palavras já publicadas em outrora neste blog:

“Olha, creio que quem lê o meu blog (que já conta com dezenas de estudos e artigos), com o mínimo de atenção e bom senso, percebe claramente que nunca me dirigi pessoalmente a ninguém, nunca ataquei a honra, a moral ou a índole pessoais de quem quer que seja, desde o mais vil herege até o mais inocente irmão que é enganado pelos engodos desta vida fugaz.

Vou dizer, mais uma vez, o que fora dito inúmeras vezes neste espaço: sempre frisei que o que se é para combater são ensinos e práticas que contrariam a absoluta e imutável Palavra de Deus, não importa de onde venham! Mas nunca fiz nem incentivei ninguém a atacar diretamente pessoa alguma. Respeito é algo bom, saudável e que agrada a Deus. Hoje em dia até mesmo a Igreja Católica Romana deixou a força e ignorância de lado e entrou no campo das idéias e do diálogo com as outras religiões (claro que sempre levando um baile de nós protestantes).

Todos os meus artigos são fundamentos na Palavra de Deus, em seus ensinos e princípios que, queiram ou não alguns aceitarem, estão acima de qualquer homem ou instituição. A Palavra de Deus não pode, em hipótese alguma, ser subjugada pela vaidade humana; nós é que temos que aceitá-la, como cristãos ortodoxos e reformados que somos, como nossa Guia Mestra e Autoridade Maior.

Até o presente momento sempre contei com os valorosos apoios de irmãos locais, bem como, digo não para me vangloriar, de nobres pastores/escritores da nossa CPAD e de irmãos da blogosfera cristã, de renome e destaque nacional. Enquanto eu continuar com o apoio destas pessoas sérias, coerentes, de notório saber e cultura bíblica, bem como de irmãos próximos a mim que também contam com uma visão crítica/bíblica apurada, estarei tranqüilo e sossegado, pois a minha consciência estará certa de que estou do lado ortodoxo, do lado que honra a Palavra de Deus acima de tudo.

Sei e estou convicto que sou um filho leal da Assembléia de Deus (igreja que julgo como séria e ortodoxa, mesmo com suas falhas que, ao meu ver, são poucas e não tão importantes), um jovem que honra a minha denominação na figura de sua CGADB e de seu presidente, o nobre pastor José Wellington Bezerra da Costa, bem como na figura da nossa editora confessional, a sempre coerente CPAD, com seus escritos e escritores ortodoxos. Não posso deixar de citar a minha honrosa convenção estadual, a CEMADERN, na figura do nobre pastor Raimundo João de Santana.

E acima de tudo isto que fora citado até o presente momento, digo que o me deixa mais sossegado é saber que a minha consciência sempre esteve (e permanecerá) cativa a Palavra de Deus (como bem disse Lutero), dando prova disto o Espírito Santo que testifica com o meu espírito.Portanto não tenho, sinceramente, para que temer críticas infundadas, claro que respeitando o direito de quem quiser me criticar o fazê-lo. Só peço que quem for se dar ao trabalho de me criticar use de respeito e lance mão de fundamentos sistemáticos (e não soltos) da Palavra de Deus.

Assim sendo, repito: não escrevo para atacar nenhuma pessoa ou instituição, mas sim práticas e ensinos de certas pessoas e instituições que contrariam a absoluta e imutável Palavra de Deus, onde esta sim, eu defenderei até a morte. Quem se sente enquadrado, sinto em dizer, está apenas se entregando e confessando seu erro”.

Com amor e temor,

Anchieta Campos

6 comentários:

Lucimauro*Assembléia de Deus disse...

Amém amado Anchieta.
Concordo plenamente com o irmão,este espaço que concerteza é do Senhor não pode de maneira nenhuma ser alvo de confusões,mas sim ser um espaço que prima pela ordem e debate sadio como o irmão tem conduzido.
Parabéns pelo espaço.
Fica na paz do Senhor.
Continue visitando nosso humilde espaço.
Daquele que ama a Assembléia de Deus e seus orgãos históricos.

Daniel disse...

Prezado irmão Anchieta!
Manifesto-me aqui contra a medida de moderar os comentários. E digo porquê: precisamos de bobos-da-corte, que é exatamente o que esses indivíduos são. Não existe nada mais engraçado do que ver gente botando banca aqui (e em outros lugares da net) posando de cristão "ungido" (parece mais "vomitado") postando coisas idiotas e ainda achando que estão abafando. Eu me divirto muito lendo os comentários atravessados aqui, pq eu tenho uma demonstração cabal da IGNORÂNCIA sem medidas que assola a nossa sociedade, ignorância essa, claro, fruto de nossa natureza caída. Mas compreendo que, por mais que seja divertido ler tais comentários, eles ainda sugerem um ambiente sanitário nos quais referidas manifestações nefastas são descartadas como se fosse dejetos que verdadeiramente são. Porém, o blog não é um vaso sanitário, razão pela qual compreendo a medida, mesmo discordando dela.

Abraços na paz de Cristo (e não se espante com o jeito enfático das palavras, não levo o menor jeito para João... estou mais para Paulo mesmo).

Anchieta Campos disse...

Prezado irmão Lucimauro, a paz do Senhor!

Obrigado pelas suas palavras sempre constantes e motivadoras, vindas de um homem de Deus sério e ortodoxo.

Forte abraço!

Caro irmão Daniel, a paz do Senhor.

Ótima intervenção. Realmente já havia pensado sob esta ótica, qual seja, as pessoas que dão uma de "bobos-da-corte" com comentários covardes, sem lógica (burros mesmo), os quais nos fazem rir da inocência dos mesmos ao pensar que os leem este blog são pessoas ignorantes e sem discernimento. Mas como bem o amado disse, tenho minhas razões lógicas e fortes que dão compreensão de minha atitude, que é a adotada por vários pastores e escritores renomados, inclusive da CPAD.

Abraços fraternos!

Anchieta Campos

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor, irmão Anchieta Campos!

Não estou na posição de concordar ou discordar com o amado ou com o irmão Daniel...

Entretanto, creio que a "moderação de comentários" é um tanto "radical", uma vez que, em parte quem está comentando fique apreensivo se será contemplado com a aprovação ou não...

Com certeza, vislumbramos a liberdade de expressão, ao embate de idéias, a contrariedade a censura...

A nosso humilde entendimento, optamos pela NÃO ACEITAÇÃO DE COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS, conforme o amado já bem tem combatido, deixando assim, a livre postagem de comentários...

Fraternalmente.
James.
www.jesusmaioramor.blogspot.com

Anchieta Campos disse...

Amado irmão James, a paz do Senhor.

Entendo a sua posição. Só gostaria de destacar que estava ocorrendo uma verdadeira baixaria mesmo. Quando a determinada pessoa (pois sei que só é uma, no máximo todos partiam de uma casa só) percebeu que o anonimato a desqualificava totalmente, passou a escrever comentários assinados de modo aberto, sem serem publicados de uma conta ativa do google/blogger, usando de nomes genérios (ir. maria, chiquinho, etc). O interessante era que não souberam nem disfarçar, pois eram cinco, seis comentários seguidos, com um intervalo de poucos minutos entre um e outro. Destacando também que não partiam para um embate saudável no campo das idéias, mas sim partiam para o ataque pessoal de pessoas (não somente a minha), sem fundamentação e lógica alguma.

Portanto, este espaço não é para ser usado para atacar diretamente a pessoa de ninguém, mas para debatermos atitudes e ensinos à luz da Palavra de Deus. Sendo assim, os comentários quie forem contrários aos meus posicionamentos e análises bíblicas, desde de que sejam respeitosos e fundamentados como eu fundamento, serão sempre publicados e aceitos, como sempre o foi neste blog, onde já perdi a conta de quantos embates travei por aqui, e de quantos comentários nada agradáveis (mas respeitosos) eu publiquei.

Creio que o amado me compreende.

Forte abraço amado irmão.

Anchieta Campos

james disse...

Graça a vós e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo, amado irmão Anchieta Campos.

Certamente tens a nossa compreensão e total apoio às vossas deliberações, uma vez que, com bem sabes, temos o maior respeito pela vossa pessoa e pela integridade para com que defendes a Palavra de Deus.

Fraternalmente.
James.
www.jesusmaioramor.blogspot.com