segunda-feira, 27 de julho de 2009

Zaqueu no carnaval fora de época

Sábado a tarde um grande amigo meu teve um enorme engano. Explico. O mesmo estava em sua residência quando começou a escutar “Como Zaqueu, eu quero subir...”, em um alto volume, o que de pronto percebeu que se tratava de uma grande estrutura de som. Ele se animou e pensou: “Vou ligar para Anchieta e dizer a ele que venha logo, pois está tendo um grande culto aqui perto de casa” (isso já com um tom irônico). Quando ele chegou nas proximidades do som tirou a prova e percebeu que se tratava de uma tarde do carnaval fora de época de Pau dos Ferros.

E o que ele viu? Pessoas totalmente bêbadas cantando esse “hino”, dançando e pulando ao som do pagode de Zaqueu, mulheres que beijavam um e logo em seguida beijavam outro.

Então eu pergunto: qual a mudança de vida que esse hino proporciona em seus ouvintes? Qual a atmosfera espiritual que ele produz em quem o canta? Qual o fruto que ele tem produzido nos ímpios? E qual o fruto que ele tem produzido nos crentes?

“A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao SENHOR com graça em vosso coração” Cl 3:16.

Com amor,

Anchieta Campos

2 comentários:

monyque disse...

Concordo completamente com vc irmão Anchieta !! .
Apos o Carnapau. Cheguei na escola( obs eu nao vou à festas como essas .) e uma professora conversando com a outra afirmou o seguinte: " own festa boa quando "chicabana" cantou como Zaqueu foi bom demais "rebolei" muuito ...
A 1° coisa q eu qria ter feito era arrancar os cabelos dela.. a 2° triturar o povo da banda q com ctz nao cantam pra Deus !
Mas Deus é Pai ele me dá sabedoria.
Nao fiz nada disso . respirei fundo e continuei ...

Anchieta Campos disse...

Prezada Monyque, a paz do Senhor.

Realmente as vezes temos vontade de fazermos que nem Jesus e darmos umas "chicotadas"! Mas ainda bem que a irmã foi sábia.

Que possamos sempre respirar fundo e continuarmos nossa caminhada cristã sem sermos pegos pelos engodos desta vida. Amém.

Abraço fraterno em Cristo.

Anchieta Campos